notícias

24.11.2016
30 de Novembro – Aula Aberta sobre Grandes Obras e Direitos

A Escola da Cidade promove a aula aberta “Grandes Obras e Direitos” na quarta-feira, 30 de novembro, às 18 horas. Os convidados para este debate são os advogados Fabiana Severo e Ronaldo Vasconcelos. A mediação será da também advogada Juliana Armede.

O encontro encerra o ciclo de palestras da Série Contracondutas, promovida pelo Seminário de Cultura e Realidade Contemporânea da Escola da Cidade e que discutiu questões relativas ao trabalho análogo ao escravo.

Nesta última conversa serão debatidas as prerrogativas de fiscalização do poder público, os direitos e os deveres das empresas no tocante às suas responsabilidades socioambientais.

A atividade acontece na Escola da Cidade (Rua General Jardim, 65). Não é necessária inscrição.

 

SOBRE OS CONVIDADOS

Fabiana Severo é mestre pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Especializada em trabalho escravo contemporâneo, é coordenadora do Grupo de Trabalho de Erradicação do Trabalho Escravo, da Defensoria Pública da União, que elabora estratégias de atuação dirigidas à erradicação do trabalho escravo e à integração da Defensoria Pública à rede de proteção de populações, em situação vulnerável.

Ronaldo Vasconcelos é advogado, sócio do escritório Lucon Advogados, onde atua na área de contencioso relacionado a direito empresarial, público e falimentar. É mestre e doutor em direito processual civil, pela Universidade de São Paulo e professor do Departamento de Direito Processual Civil e Comercial da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

 

SOBRE O SEMINÁRIO

O Seminário de Cultura e Realidade Contemporânea acontece na Escola da Cidade sempre às quartas-feiras, às 18h. Trata-se de uma atividade de debates públicos buscando, desde a sua criação, construir um saber integrado e amplo em conexão com as questões mais candentes do presente. Por meio de tais encontros, a Escola da Cidade acredita consolidar sua presença na esfera pública nacional e participar da vida intelectual contemporânea.

SOBRE O PROJETO CONTRACONDUTAS

O Projeto Contracondutas se origina de uma atuação do sistema de justiça do trabalho dentro das ações de combate e erradicação do trabalho análogo ao escravo na construção do Terminal 3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em 2013. Com a aprovação do Ministério Público do Trabalho, a Associação Escola da Cidade ficou encarregada de elaborar um projeto amplo e público que buscasse problematizar, difundir e transformar o conhecimento e a realidade do problema-enfrentamento nesse procedimento de justiça a partir de uma abordagem sobre a questão do trabalho análogo ao escravo na contemporaneidade.

Com duração de um ano (maio de 2016 a maio de 2017), o projeto Contracondutas foi idealizado por uma equipe interdisciplinar de profissionais e opera como dispositivo que atravessa diversas atividades didático-pedagógicas da Escola da Cidade – tais como o Seminário de Cultura e Realidade Contemporânea, o programa de Estágios de Pesquisa Científica e Experimental –, ao mesmo tempo em que incorpora e provoca indagações acadêmicas, jornalísticas e artísticas, projetando-se em direção ao debate público do tema e impactos na cidade, nas relações sociais, na ocupação do território, nos fluxos migratórios, nas políticas públicas e nas produções culturais.

O projeto conta com uma página onde estão concentradas todas as atividades desenvolvidas, ações em andamento e programação completa de atividades. Acesse http://www.ct-escoladacidade.org/contracondutas/

 

Serviço

Seminário de Cultura e Realidade Contemporânea / Escola da Cidade
Fabiana Severo e Ronaldo Vasconcelos
 

  • Data: 30/11/16 (quarta-feira)
  • Horário: 18 horas
  • Local: Escola da Cidade (3º andar) – Rua General Jardim, 65

cc_seminario-todos_facebook