Comissão Própria de Avaliação

Histórico

A ESCOLA DA CIDADE, desde sua instalação, despertou para a necessidade de promover atividades com respaldo acadêmico e administrativo voltadas para a formação de uma Faculdade onde se pudesse vivenciar um ambiente didaticamente construtivo e participativo, que passou a ser assumido como desafio por parte de todos os envolvidos no seu processo de construção.

O grupo de professores que realizam a gestão da ESCOLA DA CIDADE teve a preocupação de impulsionar o Projeto Pedagógico detendo, com excelência visível, competência formal e política, sempre tendo como meta elaborar e efetivar a didática construtiva e participativa da escola.

O que, na verdade, a ESCOLA DA CIDADE pretende é que a avaliação institucional, pressupondo um processo de validade e legitimação, possa se caracterizar em ampliação dos espaços públicos de discussão dentro da Instituição.

Mesmo antes da determinação de se criar uma Comissão Própria de Avaliação – CPA, a ESCOLA DA CIDADE já realizava um processo de autoavaliação que foi estruturado segundo as orientações da Lei 10.861 de 14 de abril de 2004, que institui o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior e na Portaria 2.051 de 09 de julho de 2004 e regulamenta os procedimentos do SINAES.

Várias ações sugeridas nas orientações gerais sobre a autoavaliação são fases já desenvolvidas pela ESCOLA DA CIDADE e, toda a comunidade que nela atua, vem valorizando paulatinamente, através do desenvolvimento desse processo, pois, diversos resultados já foram utilizados em ações de melhoria e de modificação nos diversos setores, comprometendo assim todos os atores envolvidos dentro da Instituição, o que possibilita o compromisso com a autoavaliação como meio e forma de melhoria da qualidade formal e política, ou seja, construir e participar.

Em síntese, o processo de avaliação institucional é uma ação sempre pronta a rever seu caminho, portanto, em permanente construção, o que proporciona o redimensionamento do Programa de Avaliação Interna da ESCOLA DA CIDADE para participar do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior — SINAES.