notícias

19.03.2015
Concurso Público Nacional de Arquitetura Moradia Estudantil

Foram anunciados no dia 17 de março os projetos pré-classificados no Concurso Público Nacional de Arquitetura Moradia Estudantil – UNIFESP – Campus Osasco e Campus São José dos Campos, e do total de oito pré-selecionados, cinco equipes são compostas por professores e ex-alunos da Escola da Cidade.

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) lançou em conjunto com o IABsp, conveniado como entidade organizadora, e com apoio institucional do CAU/SP uma série de concursos públicos para seleção de projetos para suas moradias estudantis. Serão moradias em todos os campi, começando com as unidades de Osasco e São José dos Campos que já possuem terrenos próprios destinados para esta finalidade.

Para o campus de Osasco, o primeiro pré-classificado é o projeto de autoria e coautoria dos arquitetos professores Pablo Emílio Robert Hereñú e Eduardo Rocha Ferroni. O segundo tem autoria do professor Alvaro Puntoni, o terceiro conta com coautoria da arquiteta e ex-aluna Andrea Helou e o quarto tem autoria do ex-aluno Denis Joelsons, e conta também com ex-alunos da Faculdade em sua equipe. Já para o campus de São José dos Campos, o segundo pré-qualificado tem autoria do arquiteto e professor da Escola da Cidade, Luis Mauro Freire.

A moradia estudantil faz parte de um conjunto de ações da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis para garantir direitos estudantis, condições de acesso e de estudo, bem como o fortalecimento de sua autonomia e protagonismo na universidade.

O edital convidou os arquitetos interessados neste concurso a relembrarem de seu período como estudantes universitários, em que o morar com outros colegas fez parte de uma vivência rica e complementar a das salas de aula, ateliês e laboratórios acadêmicos. Sair da casa dos pais, viver numa outra comunidade entre iguais e diferentes, é um acontecimento de múltiplas implicações pessoais e coletivas e um exercício de autogestão e cidadania.

Em breve serão realizados novos concursos para edifícios culturais da Universidade (Teatros e Museus). “Temos certeza de estar contribuindo para o avanço da arquitetura pública brasileira, para sua renovação e valorização. E os estudantes da Unifesp serão os primeiros beneficiados com este avanço”, afirmam os pró-reitores da Universidade, em carta do edital do concurso.

Confira as pranchas selecionadas no site http://iabsp.org.br/?concursos=concurso-publico-nacional-de-arquitetura-moraria-estudantil