notícias

18.08.2015
Escola da Cidade abre exposição fotográfica sobre Cuba

Mostra, que acontece em setembro, reúne 16 fotografias do jornalista e fotógrafo brasileiro Dubes Sônego. Objetivo do autor é despertar dúvidas e curiosidade em relação a “um país sobre o qual todos têm opinião formada”.

Será realizada de 1º a 15 de setembro, na Escola da Cidade, a exposição “Cuba – Ruínas e Mitos”, do jornalista e fotógrafo brasileiro Dubes Sônego. Composta por 16 imagens, a mostra é resultado de uma viagem pela ilha, em janeiro deste ano, semanas após o anúncio de reaproximação diplomática do país com os Estados Unidos. “O que encontrei foi uma Cuba muito diferente da que imaginava pela leitura de reportagens, livros e relatos de amigos que passaram pelo país. Para o bem e para o mal. Achei que seria interessante compartilhar essas impressões”, afirma o jornalista.

Em Cuba, Sônego viajou a ilha quase de um extremo a outro. Passou pelas cidades de Havana, Trinidad, Camaguey e Santiago. Fotografou edifícios, lojas, pequenos prestadores de serviço, estudantes e gente nas ruas. Conta que viu edifícios em ruínas, vitrines vazias e gente reclamando do poder de compra dos salários. Mas, também, presenciou lojas repletas de eletrodomésticos novos, TVs de LED, grifes famosas e um shopping frequentado por cubanos. Escutou histórias de dificuldade financeira e de pessoas com parentes presos, como também de conquistas profissionais, de moderada riqueza pessoal e de orgulho nacional. Em geral, afirma, voltou com a impressão de que as narrativas criadas pelos dois lados da arena ideológica no Brasil escondem um país bem mais complexo e interessante, onde a precariedade das edificações e a pobreza material sobressaem à altivez de um povo acostumado a suportar, com brio, décadas de privação.

“A exposição reflete a primeira impressão de um viajante sobre as pessoas e a vida em Cuba. É uma visão pessoal e, certamente, limitada. Mas, espero que ajude na reflexão sobre o país, até porque o número de brasileiros que conhece Cuba é relativamente pequeno. Ainda assim, Cuba é muito citado como referência no debate político brasileiro”, afirma Sônego.

 

Biografia

Jornalista com mais de 15 anos de experiência, principalmente na cobertura de economia e negócios, Dubes Sônego fotografa desde a faculdade de jornalismo, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), de onde saiu em 1999. Nos últimos oito anos, já radicado em São Paulo, passou a se dedicar mais intensamente à atividade, em paralelo à carreira como repórter de texto. Como fotógrafo, teve trabalhos publicados em veículos como o jornal Brasil Econômico, as revistas Marie Claire, IstoÉ e Época Negócios e o portal de internet iG, entre outros.

 

SERVIÇO

  • Período: 01 a 15 de setembro de 2015
  • Horário: segunda a sexta, das 9h às 20h / sábados, das 9h às 18h
  • Local: Escola da Cidade – Rua General Jardim, 65 

 

Mostra gratuita

 

Cartaz - Cuba - ruinas e mitos