notícias

09.04.2015
Escola da Cidade promove encontros sobre cultura urbana no Brasil e na Espanha – Chococharlas

Os encontros terão duração de 1 hora e meia e acontecem sempre às 11 horas (horário de Brasília), nos dias 13, 14, 27 e 28 de abril; e 04, 05, 11, 12, 18 e 19 de maio. Gratuito.

A Escola da Cidade acolhe durante os meses de abril e maio, a série de encontros bilaterais Chococharlas, um conjunto de dez debates organizado pela Acción Cultural Española (AC/E), com o objetivo de fomentar a interação e a colaboração entre criadores e agentes da cultura urbana, no Brasil e Espanha.

A Faculdade, em colaboração com AC/E e a Escuela Técnica Superior de Arquitectura de Madrid (Etsam), promove os encontros de forma presencial e virtual, em três espaços interconectados: um set instalado na Escola da Cidade (São Paulo); um segundo set instalado na Etsam; e uma plataforma online com acesso via streaming (tecnologia multimídia) às conversas. Na medida em que transcorram os encontros, essa mesma plataforma online servirá como arquivo dos eventos ocorridos, com livre acesso por parte dos interessados. O projeto tem o nome de Chococharlas pois, durante os bate-papos, todos os participantes poderão desfrutar de sorvetes de chocolate gratuitamente oferecidos pelos organizadores.

O programa das Chococharlas tem a curadoria geral de Andrés Jaque (Office for Political Innovation), com as co-curadorias de José Guilherme Pereira Leite, pela Escola da Cidade, e Alberto Pieltain, pela Etsam.

No primeiro dos encontros (13 de abril) haverá uma discussão aberta sobre o próprio projeto e uma análise dos processos de engajamento dos estudantes brasileiros e espanhóis envolvidos. Nos demais, curadores e anfitriões reunirão uma gama diversa de convidados com o propósito de discutir aspectos particulares da vida urbana contemporânea, vista pelo prisma de suas relações com a cultura e a produção cultural.

Entre os convidados brasileiros estão nomes como Fernando de Mello Franco (Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano), Nabil Bonduki (Secretário Municipal de Cultura), Guilherme Wisnik e Lígia Nobre (curadores da X Bienal de Arquitetura de São Paulo), Tiago Mesquita (crítico de arte), Héctor Zamora (artista), Paula Santoro (urbanista), Tuca Vieira (fotógrafo), membros da Organização Parque Augusta e do Jardim Miriam Arte Clube. Entre os espanhóis, participam Martí Perán (curador), Mister Miguel Rodríguez (membro fundador do coletivo Basurama), José Miguel de Prada Poole (especialista em estruturas efêmeras), Ariadna Cantis (curadora), José María Ezquiaga e Ramón López de Lucio (urbanistas), e membros de iniciativas como Zuloark, Campo de Cebada, Plataforma Afectados por las Hipotecas. No total, as Chococharlas reunirão cerca de 50 convidados.

Os encontros terão duração de 1 hora e meia e acontecem sempre às 11 horas da manhã (horário de Brasília), nos dias 13, 14, 27 e 28 de abril; e 04, 05, 11 , 12, 18 e 19 de maio.

A participação é gratuita e não é necessária inscrição prévia. A oferta de lugares, entretanto, é limitada, sujeita à lotação do espaço.

A programação completa do evento está disponível no site http://chococharlas.com

 

SERVIÇO

Chococharlas

  • Datas: 13, 14, 27 e 28 de abril; e 04, 05, 11 , 12, 18 e 19 de maio. (segundas e terças-feiras)
  • Horário: 11 horas (horário de Brasília)
  • Local: Escola da Cidade – Rua General Jardim, 65
  • Mais informações:http://chococharlas.com

chococharlas