notícias

26.10.2013
I Encontro Educação e Sociedade

A Escola da Cidade, em parceria com a Fundação Oscar Niemeyer e a Casa de Lucio Costa, realizou o I Encontro Educação e Sociedade, que contou com a participação de Domenico De Masi, Paulo Mendes da Rocha, Josep Maria Montaner e Antonio Carlos Barossi.

Hoje não se dúvida mais sobre o poder da educação como elemento transformador da sociedade. No entanto, se formou um sistema no qual as pequenas coisas são as que ocupam mais espaço. A função das escolas pareceu diluir os grandes temas, por trás, e nunca os vemos. Estabeleceu-se, neste momento, no ensino de arquitetura, de forma deliberada, uma atitude de não pensar, não criticar, não reagir; uma situação de acriticismo, pela qual os professores têm uma responsabilidade.

Iniciamos este encontro, o primeiro, com a intenção de pensarmos o problema da formação do arquiteto hoje, e tentarmos entender porque as palavras mais construtivas, as mais limpas que se pode pronunciar nas salas de aula às vezes não chegam à parte alguma. Será que nossos projetos pedagógicos estão fazendo com que isto aconteça? Será que levamos nossos alunos a uma tendência de preguiça intelectual, e a responsabilidade desta tendência é do excesso de Escolas no Brasil?

O I Encontro convidou pensadores específicos de Arquitetura e outros não arquitetos, por entender a Arquitetura como um saber de fronteiras, margeando várias formas do conhecimento.

fotografias Bruno Buccalon
Kimi Tumkus

Domenico De Masi
Sociólogo italiano, autor de diversos e revolucionários livros, entre eles os best sellers Desenvolvimento sem trabalho e O Ócio Criativo. É um dos mais polêmicos e inovadores pensadores da era pós-industrial. Mais recentemente assumiu o posto de professor de Sociologia do Trabalho, na Universidade La Sapienza de Roma, além de ser diretor da S3 Studium, escola de especialização em ciências organizacionais que fundou.

Josep Maria Montaner
Arquiteto e catedrático da Escola Tècnica Superior d’Arquitectura de Barcelona (ETSAB-UPC). Autor de uma vasta obra teórica sobre arquitetura, publicou entre outros, os livros Arquitetura e crítica e Sistemas arquitetônicos contemporâneos. É colaborador habitual de numerosas revistas especializadas e dos jornais espanhóis El País e La Vanguardia.

Paulo Archias Mendes da Rocha
Arquiteto e urbanista brasileiro. Pertencente à geração de arquitetos modernistas liderada por João Batista Vilanova Artigas, Mendes da Rocha assumiu nas últimas décadas uma posição de destaque na arquitetura brasileira contemporânea, tendo sido galardoado no ano de 2006 com o Pritzker Architectural Prize pelo conjunto de sua obra. É autor de projetos polêmicos e que constantemente dividem a crítica especializada, como o do Museu Brasileiro da Escultura e do pórtico localizado na Praça do Patriarca, ambos em São Paulo.

Antonio Carlos Barossi
Arquiteto e urbanista pela FAUUSP (1979) e doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas pela mesma instituição (2005) onde atualmente é docente. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, atuando principalmente no ensino de projeto de arquitetural.